segunda-feira, 3 de setembro de 2018

Será que este será um ano sem títulos para o nosso Flamengo?

Estamos no mês de setembro, em breve as competições ainda disputadas por nós se encerrarão e o que tem acontecido tem deixado nós torcedores com o sinal de alerta ligado, já que da Libertadores já fomos eliminados e eliminados de uma forma irritante e frustrante, perdendo em casa e tendo a eliminação confirmada em BH contra o Cruzeiro.
A forma com fomos eliminados é o que mais incomoda, desta vez não concordo com o que muitos estão dizendo por aí, que faltou raça, penso que nosso treinador errou feio em alguns momentos, em não tomar a decisão de escalar time reserva em alguns jogos é uma destas falhas, alguns cronistas e torcedores dizem que falta "casca" ao Barbiere, nosso treinador eu, pessoalmente, não aceito isto, alegam que Mano, Felipão, Abel, Renato e outros tem mais casca para um momento como este, realmente tem, mas como era antes de seus nomes se firmarem no cenário nacional? Ou eles já nasceram com esta tal casca? Eles se tornaram o que são hoje por terem personalidade, atitude e levar seus times a títulos, lógico que com o tempo eles se tornaram muito mais fortes e experientes, mas sempre tiveram a tal atitude que nosso treinador não tem.
Outra coisa que faltou ao nosso treinador no segundo jogo contra o Cruzeiro foi a capacidade de entender coisas simples, que dispensa a necessidade até de ser treinador, aposto que todos os torcedores do Flamengo quando souberam da escalação sem centroavante pensaram:
Esse cara é doido?
Como que precisamos vencer um adversário com pelo menos dois gols de diferença e abrimos mão do principal especialista neta tarefa, a do "fazedor de gols"? Como ele demorou tanto para enxergar que escalou errado e só foi tentar corrigir o erro com 20 minutos do segundo tempo?
São perguntas que creio que nem mesmo o Barbiere vai conseguir nos responder.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo querido flamenguista, expresse sua opinião.

Flamengo: Eduardo Bandeira de Mello e a Nebulosa venda de Paquetá

Pois é, foram dois mandatos como mandatário do maior clube do Brasil, o Flamengo, seis anos entre acertos administrativos acertados quando ...