quinta-feira, 13 de setembro de 2018

Flamengo: Vamos tentar entender o que vem acontecendo com o time?

Pois é, mais uma partida em que nós flamenguistas saímos insatisfeitos, evitei de dar alguma opinião ontem porque provavelmente eu falaria muita coisa no calor da irritação por não termos conseguido fazer um gol sequer contra o limitado time do Corinthians.
Em primeiro lugar penso que estamos pagando um alto preço pela forma do time jogar, a equipe vem apostando em uma dinâmica de jogo que vem prejudicando o centroavante, afinal, tentamos o Dourado, o Lincoln, Uribe e até mesmo o Vitinho, improvisado na posição. Não é possível pensar que todos eles são ruins e que temos que ir ao mercado atrás de um centroavante "pica das galáxias", se fizermos isto, quebraremos a cara mais uma vez, primeiro por não haver hoje um centroavante deste nível ao alcance do Flamengo, financeiramente falando, segundo, que tentamos o artilheiro do brasileirão 2017 e o artilheiro do futebol mexicano em duas temporadas, com ótima média de gol, os quatro jogadores que foram utilizados na função possuem estilos diferentes isto reforça, que não é o jogador que está exercendo a função que está causando o problema.
O Flamengo, como muitos times brasileiros, vem utilizando jogadores atuando pelo lado com pernas invertidas ou seja, o canhoto jogando pela direita e o destro pela esquerda, alguém já parou para observar o quanto isto ajuda à defesa adversária? Acredito que não, desde que me entendo por gente, quem escuto ou escutava, que o cruzamento que é feito para trás favorece ao atacante e o que é lançado de frente favorece á defesa por conta de maneira que o zagueiro e o centroavante estão em relação ao gol, daí pergunto:

Como o Ribeiro, muito bom jogador, vai conseguir cruzar bolas consecutivas pela linha de fundo se ele tem dificuldade de fazer jogadas precisas com a perna direita? Da mesma forma o Diego em relação à perna esquerda e que ficou praticamente como ponta esquerda no jogo contra o Corinthians com mais clareza ainda que em outros jogos? A tônica dos jogos do Flamengo e muito mais evidente no jogo de ontem era o Diego dominar a bola, ajeitar para perna direita e cruzar para a área, o Éverton Ribeiro a mesma coisa, o resultado, quase que invariavelmente era o zagueiro ficar de frente para a bola e rebater para longe da área, aliás a dupla de zaga deles deve ter tomado dipirona após o jogo para tratar a dor que deu de tanto cabecear bolas.
O que vejo muitos jogadores falando é que quando jogam com a perna invertida dá bom ângulo para chutar para o Gol, daí eu  perguntou:
Ô Cara pálida, esta vai ser sua única jogada? Será que não viu que o seu marcador vai dificultar essa jogada? Será não entendeu até agora que quando você for obrigado a cortar para o lado vai ter dificuldades pois sua perna não é treinada para fazer um lançamento, cruzamento ou chute a gol? Outra coisa, isso, de ter ângulo para chutar pelo meio, treina sua perna oposta, quem for canhoto treina a direita e que for destro treina a esquerda, tá resolvido o problema, o que não dá é ficar repetindo a mesma jogada tão manjada e que só dá alegrias para a defesa, que prestou um pouco de atenção ao que aconteceu viu que o Flamengo só criou perigo ao adversário ao fazer jogadas de linha de fundo e cruzar para a área, em alguns momentos bolas rasteiras e em outro bola alta, será que só eu vejo isso? Será que eu estou errado e todo mundo certo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo querido flamenguista, expresse sua opinião.

Flamengo: Eduardo Bandeira de Mello e a Nebulosa venda de Paquetá

Pois é, foram dois mandatos como mandatário do maior clube do Brasil, o Flamengo, seis anos entre acertos administrativos acertados quando ...