sexta-feira, 28 de setembro de 2018

Flamengo: Fim da era Bandeira de Mello se aproxima do fim

O ano eleitoral no Flamengo está bombando, muita rivalidade entre concorrentes que um dia foram aliados e o fim da era EBM se aproxima do fim e muitos dirão:

Já vai tarde!

Já vai tarde porque apesar de ter seguido fielmente o que foi acordado entre os aliados na época de seu primeiro mandato seis anos atrás, o presidente se perdeu completamente no que se refere ao futebol, se no basquete  e na administração do clube foram anos de muitas conquistas, no futebol se colecionou decepções, decepções que vieram porque segundo as notícias que vazam no clube o presidente desde que começou a tratar e intervir diretamente no futebol após a saída de seu vice Flávio Godinho desandou a cometer erros, erros de permissividade principalmente, do relacionamento extremamente paternal para com os jogadores, passando a mão na cabeça em momentos de fracasso onde se deveria haver cobrança.
Mediante a este fim, cada dia mais próximo veio em minha mente os questionamentos:
Como será o relacionamento desses jogadores com a nova gestão do futebol?
Seja qual for o novo presidente o perfil será bem diferente do de Bandeira de Mello, o atual vice já mostrou ter uma personalidade bem diferente e os oponente da situação também, o próprio ex vice de Bandeira, Wallin Vasconcellos já falou diversas vezes em seu twitter que tudo seria muito diferente se ele fosse presidente.
Daí dentre os questionamentos vem a pergunta qual será a reação destes mesmos jogadores visto que o Flamengo paga bem, paga em dia, há muito tempo que o mês no clube tem trinta dias diferente de boa parte dos clubes brasileiros, irão embora? Farão corpo mole? Se rebelarão? Se esforçarão a partir de hoje para mudar a história do Flamengo em 2018 com a mudança de treinador? Será que já se deram conta que no próximo ano o cenário de aceitação da derrota muda radicalmente?
Enfim, acompanhemos o Flamengo que joga amanhã, diante do Bahia em Salvador, no ingrato horário das 21 horas em um sábado.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo querido flamenguista, expresse sua opinião.

Flamengo: Eduardo Bandeira de Mello e a Nebulosa venda de Paquetá

Pois é, foram dois mandatos como mandatário do maior clube do Brasil, o Flamengo, seis anos entre acertos administrativos acertados quando ...