quinta-feira, 30 de agosto de 2018

Nosso treinador pisou na bola!!!

O Flamengo foi à Belo Horizonte precisando ganhar de pelo menos dois gols de diferença para avançar à próxima fase da Copa Libertadores, a não ser que eu esteja muito enganado à respeito de futebol, para fazer gols é necessário atacar e, quanto mais dificuldade você causa à defesa do adversário, maior é a chance deste gol sair.
Para que isto aconteça é importante e necessário de apostar em bons atacantes, concorda?
Só que não, nosso treinador pensa diferente, para tentar fazer estes gols ele pegou um jogador que vinha atuando pelo lado e não é jogador de área e colocou como centroavante, barrou o centroavante contratado até do banco, os outros dois centroavantes de ofício ficaram na reserva...que confusão.
O primeiro tempo contra o Cruzeiro mostrou para todo mundo que ele havia errado, o Flamengo não foi ameaça ao adversário em nenhum momento, aí chegamos ao intervalo do jogo aí pensamos, no segundo tempo ele volta com Dourado...nada disso, continuou com a mesma formação inofensiva, que só ele acreditava que iria surtir algum efeito, aos 20 minutos do segundo tempo, finalmente, ele chama um centroavante de ofício, Henrique Dourado, só que a alegria pela alteração foi trocada por uma interrogação:

Ele vai tirar o Vitinho? 

Mas o Vitinho conclui melhor a gol que o Marlos??? É, babou, foi o que eu pensei, adeus liberta, parece até que  treinador que perder a classificação, ou então é maluco, aliás, abrir mão da Libertadores para dar mais atenção ao Brasileirão é maluquice né?

Um dos reforços que precisaremos para o próximo ano é um treinador, apesar de realmente os jogadores terem agido dignamente, nosso treinador se portou igual ao parceiro do Zorro, Tonto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo querido flamenguista, expresse sua opinião.

Flamengo: Eduardo Bandeira de Mello e a Nebulosa venda de Paquetá

Pois é, foram dois mandatos como mandatário do maior clube do Brasil, o Flamengo, seis anos entre acertos administrativos acertados quando ...