sexta-feira, 17 de junho de 2016

Técnicos de nome colecionam fracassos no Flamengo

Bom dia,

Tem certas coisas que parecem serem feitas para irritar, nós tivemos 8 técnicos de nome nos últimos 4 anos, isso mesmo, 8, sabe qual foi o resultado de todos eles?
FRACASSO!!!! Então pergunto, se todos os técnicos de nome, Luxemburgo, Jorginho, Oswaldo, Dorival, Ney "Fraco", Cristóvão Borges, Muricy e Mano Menezes, se todos eles fracassaram, porque insistir na tese de que temos que ter um treinador experiente e/ou renomado?
Ou, porque trazer um técnico estrangeiro, coisa que já não me agrada, cheira mais a marketing do que qualquer outra coisa, com o campeonato em andamento?
Aí, o cara vai chegar com língua diferente, cultura diferente, maneira de se jogar futebol diferente, comportamento de clube diferente... TUDO DIFERENTE!!!!
Vamos ficar tomando pancada até, talvez, este técnico acertar??? Vamos ficar perdendo tempo em um campeonato nivelado por baixo até embalar??? Talvez??? E novamente talvez no final ou no meio do campeonato ter uma sequência de jogos boa??? Ou pior, ficarmos outro ano lutando para nos afastar da zona da degola???  Isso fora o fato destes técnicos serem caros quando vem e que depois que vão embora do clube continuam levando dinheiro por multa rescisória ou causas na justiça??? Muitas vezes, inclusive com arresto de renda de partidas ou cotas de TV e até patrocínio????
Quantas razões mais nossa diretoria precisa para colocar a cabeça no lugar e agir com bom senso??? 
Todos esses caras antes de serem técnicos de nome e campeões foram técnicos desconhecidos, como era o Zé Ricardo e foram alcançando nome com títulos, na maioria dos casos ou com a ajuda da mídia, (Ney "Fraco" pra mim não é técnico).
Deem tranquilidade e estrutura para o cara trabalhar, conversem com os jogadores (que parecem já ter comprado a idéia), a torcida já está apoiando, as vitórias acontecendo, O QUE PRECISA MAIS?????

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo querido flamenguista, expresse sua opinião.

Flamengo: Eduardo Bandeira de Mello e a Nebulosa venda de Paquetá

Pois é, foram dois mandatos como mandatário do maior clube do Brasil, o Flamengo, seis anos entre acertos administrativos acertados quando ...