domingo, 8 de julho de 2012

Não deu nem vai dar, pelo menos não com o Joel...


   De uns tempos pra cá evito postar algo muito em cima do fim do jogo, pois costumo estar nervoso, busco me acalmar pra tentar falar a coisa certa, vou falar pouco, mas tenho certeza que o que estou falando está correto.
    Na semana que se passou nosso diretor fez o pedido de deixar o Joel trabalhar, na moral? Já está mais do que na hora dele se aposentar, nosso time teve um falso domínio do jogo pois de contundente não produziu nada, tanto que não fez gol, futebol mesmo nós so jogamos uns 4 minutos no segundo tempo quando metemos uma bola na trave, o time pecisava e muito de alguém para encostar no Love e alguém para armar e eis que ele, Joel, sem ter a mínima noção do que fazer coloca o Adryan, de costas pro gol, Joel, como você coloca alguém cuja especialidade é armar o jogo jogando de costas? Joel, vê se para de fingir que é técnico e vai atrapalhar outro time, ou até melhor, compra um baralho e vai pra esquina conta história,  Junior, pelo amor que você tem ao seu passado no Flamengo, para de falar essas coisas de Joel merece isso ou aquilo, passado, já foi já era, até mesmo porque se ele tivesse o mínino de respeito por este passado já teria pedido demissão, e não ficar forçando uma situação para ganhar uma indenização e sinceramente? Que passado é esse? A conquista de um estadual? Não ter caído pra segundona? Não faz mais que a obrigação afinal é pra isso que ele foi contratado, dever nós devemos a você, Zico, Adílio, Love, que apesar de seem remunerados viam o Flamengo como uma opção de vida, como uma segundaa pele como você mesmo um dia falou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo querido flamenguista, expresse sua opinião.

Flamengo: Eduardo Bandeira de Mello e a Nebulosa venda de Paquetá

Pois é, foram dois mandatos como mandatário do maior clube do Brasil, o Flamengo, seis anos entre acertos administrativos acertados quando ...